terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

A Crise Económica e Política.



O National Economic and Social Development Board (NESDB) apresentou hoje as piores expectativas para a economia tailandesa na sequência de ter anunciado que o ultimo trimestre de 2008 viu o PIB cair 4,3%.

Ao contrário do Ministro das Finanças e do Banco Central que prevêem para este ano um crescimento positivo da economia em cerca de 2% o NESDB prevê como o melhor cenário um crescimento de 0%.

O NESDB é a agência governamental encarregada do elaborar e seguir o plano

Entretanto a dívida pública estará perto de atingir os 45% do PIB e em risco de chegar aos 50%, uma meta psicológica considerada perigosa.

O cenário de recessão está a preocupar seriamente a sociedade tailandesa e o desemprego não para de aumentar.

Entretanto todo o pacote de medidas anunciadas pelo governo em Janeiro tendentes a injectar dinheiro no sistema está ainda por acontecer, e não se espera que tal venha a ser realidade antes de pelo menos meados de Março.

Nessa altura poderá analisar-se o impacto que terá sobre o consumo e se, como espera o Ministério das Finanças, esse dinheiro é reintroduzido na economia real fazendo crescer o consumo doméstico.

Este fim de semana em Pattaya estavam a passar o fim de semana os militares americanos que tinham estado envolvidos no exercícios militares que todos os anos acontecem com o as tropas tailandesas - o Cobra Gold. Pattaya estava repleta de milhares de "marines" e outras forças auxiliares mas mesmo assim a indústria hoteleira registava uma quebra superior a 15% comparando com igual período do ano passado.

Não parece estar a ser fácil encontrar soluções para esta crise até porque ela é fundamentalmente induzida do exterior pois os países importadores de produtos tailandeses estão em recessão e os turistas não procuram, estas paragens por falta de dinheiro nos bolsos e porque os recente acontecimentos políticos no país também o tornaram menos apetecível.
Isto tudo está a acontecer quando está já em marcha uma nova ofensiva contra o país desta vez de cor vermelha.

Neste momento os vermelhos já cercaram Government House embora haja um forte contigente de militares e de polícia de choque (21 companhias e 3.000 polícias ) embora ao que os primeiros relatos narram parece serem menos do que o esperado. Sabemos contudo pela experiência com o PAD, se os deixam crescer, estes movimentos aproveitam!

O governo continuam ameaçado e hoje em dia a própria comunicação social que tanto o apoiou no ínicio está pedindo acções e não palavras. Acções contra os lideres e principais apoiantes do PAD para que sejam responsabilizados pelo que fizeram, e acções também no ataque à crise económica pois de todas as medidas anunciadas com grande pompa nenhuma até este momento tomou corpo.

No sector dos direitos humanos a crise dos Roinghya está longe de ter acabado e o governo tailandês continua sobre grande pressão internacional sobre o caso. A entrevista que Abhisit Vejjajiva deu a Dan Rivers da CNN, é hoje em dia utilizada como um exemplo daquilo que deverá ser feito contra aquilo que não é feito. Esta tem sido mais uma áera onde o governo continua a pecar por falar muito e agir pouco ou nada e assim se vai desgastando. Alguém disse, mais vale uma acção do que dez palavras e isso está a ser muito reclamado hoje em dia no país.

Entretanto os mandados de captura contra os 21 membros do PAD, onde se sussurra que está incluído o Ministro dos Negócios Estrangeiros, que hoje mesmo nos jornais vem dizer que se demite se for considerado culpado (um sinal confirmando os rumores), não avança, alegadamente porque quem o deveria trazer á luz está ausente no estrangeiro em missão governamental! Em bom portugês chama-se a isto uma desculpa esfarrapada.

Este ataque contra o MNE vem a três dias do ínicio da XIV Cimeira da ASEAN, e enfraquece significativamnente a sua posição nesse forum.

Entretanto correm muitos rumores de que Thaksin estará para regressar ao país e entregar-se à justiça, ao mesmo tempo de que os Democratas viriam a formar um governo com o Puea Thai

Parece tudo um pouco surreal, mas são estes os rumores que correm com intensidade.

Desde a formação deste governo sempre tive a sensação, e já o referi uma vez, de que existem negociações nos bastidores entre Suthep, Nevin e Thaksin para encontrar uma formula em que todos possam conviver em paz e no fim continuar as políticas deste último que são aquelas que a generalidade do povo mais aprecia e os políticos também, visto poderem actuar mais livremente.

A seguir nos próximos dias.

2 comentários:

Anónimo disse...

Arigo bastante interessante no entanto esclareço que o NESDB é uma agencia do governo responsavel pela produção do plano nacional e debaixo de um dos ministros associados ao Primeiro Ministro. O TDRI é um think tank independente....
Saudações, Rui Belo

Nuno Caldeira da Silva disse...

Caro Rui,

Obrigado. Ontem quando escrevi tinha essa duvida mas não consegui esclarecer nem mesmo atrvés do site do NESBD, todo em thai. Ainda bem que ha interacção e se vai aprefeiçoando a escrita. Obrigado e um abraço