sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

No Coments

Antes




Durante




Depois








Mas o pior nem são estas imagens

O pior é o estado em que ficou a economia do país nomeadamente o seu sector turístico exactamente no início da época alta e num momento em que a Tailândia está também a ser seriamente afectada pela crise mundial com o numero de desempregados a subir vertiginosamente..

Alguns dados do sector turístico:

Na semana passada, durante um dia, o Oriental , a jóia da hotelaria, e o Four Seasons estiveram vazios, isto é sem nenhum quarto ocupado. O Shangri-la teve um dia com somente 4 quartos ocupados. Este hotel deve ter cerca de 1.000 quartos. A média da ocupação dos hotéis de 5 estrelas não chega a 20%. Os turistas e homens de negócios, que mais dinheiro gastam nas suas viagens ao o país, decidiram não vir para cá. A maioria dos hotéis já cancelou o seu programa de fim de ano visto não terem reservas. A Associação dos Hoteleiros na Tailândia aconselhou os seus associados a reduzirem os dias de trabalho do staff de 6 para 5 reduzindo assim os custos. Foi igualmente aconselhado que fechassem por completo andares para poupar energia e se existem vários elevadores bloquearem alguns para o mesmo efeito e assim por diante.

Quanto irá custar ao país o que se passou ao longo dos últimos meses e quanto tempo será necessário para tentar repor a situação? Todos são unânimes em considerar que a situação é bastante pior, do ponto de vista da economia do pais e das suas consequências sociais, do que o que se passou com o tsunami de 2004.

E ninguém é responsabilizado por tal.


2 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

É. O senhor Thaksin e os seus amigos teimosos. Olhe, por aqui, as agências de viagens não têm UM ÚNICO lugar de avião disponível. Não se rale, quando ocorreu o tsunami, uma semana após o desastre, a praia de Phuket já estava limpa e operacional. Aí não são como cá, onde hoje, ao fim de 10 anos, ainda esperamos a re-inauguração do Cais das Colunas. também vivi aí e sei bem do que falo.

Nuno Caldeira da Silva disse...

Não compreendo o que que é que o TS tem a ver com o fecho dos aeroportos nem com o facto de os hoteis estarem às moscas e o desemprego a avolumar-se. O homem fez muitas coisas más para o país mas não o tornem num heroi em que tudo acontece por causa dele. Existem mais uns 64 milhões e tantos por aqui e alguns são ainda piores que ele. Felizmente poucos.